Política

Governador Wellington Dias é a favor de “várias chapas” e repercute no PT

PT quer sair com chapa pura nas próximas eleições e descarta coligações

A declaração do governador Wellington Dias (PT) de que devem existir “várias chapas” na coligação proporcional, repercutiu no PT. O presidente da sigla, deputado federal Assis Carvalho, essa é a decisão mais acertada e beneficiaria a todos os partidos.
Segundo ele, isso significa que cada sigla terá a liberdade de seguir a estratégia que achar melhor. “Essa é a posição que tenho sempre defendido. Essa liberdade dos partidos se organizarem do jeito que acharem mais conveniente é melhor. Acho que essa é uma posição correta. Mas quanto essas decisões devem ser feitas no momento oportuno. É um assunto que não deve mais ser pauta. Deve ser discutido internamente”, declarou.
Assis afirma que o partido mantém a defesa da estrutura da chapa pura. “Mantemos o pensamento de chapa pura. Vamos seguir aquilo que a direção do meu partido, que os delegados decidirem. É minha obrigação como presidente seguir e acatar”, disse.
O presidente do PT explica que o adiamento do encontro da legenda se deve à necessidade de acompanhar o desenrolar da conjuntura nacional e estadual. “Temos um calendário até o final de julho porque o calendário antes era até 26 de maio. Depois que dialoguei com a direção nacional, não foi só o Piauí, quase todos os estados, salvo os que já tinham feito os encontros táticos por conta da conjuntura, achei mais conveniente adiar porque era mais apropriado. As convenções começam dia 20 de julho até o dia 05 de agosto. Achei mais adequado adiar o encontro para analisar a conjuntura e fazer esse encontro somente no dia 20 e 21 de julho”, afirmou.

 

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas