Política

Pré-candidato ao governo do Piauí acusa Wellington Dias de tentar esvaziar sessão na Alepi

Luciano Nunes diz que audiências públicas não estão acontecendo por esvaziamento

O deputado estadual Luciano Nunes criticou duramente na Assembleia Legislativa do Piauí por não realizar audiência pública, que estava marcada para ontem (04), para analisar a situação dos empréstimos consignados aos servidores públicos do Estado e acusou o governo de estar esvaziando o Poder Legislativo estadual.

“O que a Assembleia está buscando apurar e ouvir do secretário é sobre os 200 milhões de reais desviados, que foram retidos dos servidores públicos, e não foram repassados para quem é realmente de origem como Plamta, bancos, sindicatos, que estão sendo alvo de calote por parte do Governo do Estado. O governador está sendo responsabilizado pelo relatório dos técnicos do Tribunal de Contas do Estado de um calote de 200 milhões de reais retidos dos contracheques dos servidores públicos e não repassados a quem deveria ter sido repassado.  Os servidores estão sendo penalizados com nomes inscritos em cadastro de proteção ao crédito, estão sendo impedidos de fazer tratamento de saúde porque o governo do Estado deu calote e desviou milhões”, disse Luciano Nunes.

O pré-candidato ao governo acrescentou que a presença de secretários ou por convite ou por convocação na Alepi sempre vem com uma desculpa ou uma justificativa. “O fato é que o Governo do Estado está esvaziando o poder legislativo estadual, outro dia até anular uma votação a casa anulou, fato inédito que desmoraliza a Assembleia legislativa do Piauí. Não podemos ficar aqui sendo subjugados. O plenário da casa aprovou um convite, e no dia do evento, simplesmente a presidente da Comissão não aparece, o secretário, e chega um comunicado que ele simplesmente viajou, então, nós não podemos ficar submetidos a uma situação dessas, nós estamos tratando aqui é de um escândalo milionário”, afirmou.

Luciano Nunes disse ainda que o que aconteceu ontem não é um fato isolado e que está acontecendo reiteradamente. “Numa quarta-feira, foi anunciado corte de ponto dos deputados, e os parlamentares do governo estão esvaziando a sessão, temos 10 ou 11 deputados na sessão.  Desde o ano passado aprovamos requerimento solicitando informações das atividades das coordenadorias criadas pelo governador no ano passado, já completou mais de ano, reiteramos esse requerimento aprovado pela plenário, e até hoje o governo não encaminhou relatórios das atividades desenvolvidas pelas coordenações que foram criadas de forma graciosa. Portanto, queremos a devida apuração dos fatos, não falo levianamente não, falo do que tem no relatório do TCE, o secretário foge da Alepi para não justificar e a Alepi não pode ficar acocorada ao governador Wellington Dias”, concluiu.

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close
Pular para a barra de ferramentas