Geral

Ministério Público pede a irregularidade das contas de associação de prefeitos do Piauí

Presidente da APPM teria feito contratações por inexigibilidade a serviços de terceiros

O Ministério Público de Contas (MPC) resolveu trabalhar e opinou pela irregularidade das contas do então presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), referente ao exercício de 2016.

Segundo o MPC, o ex-presidente da APPM, Arinaldo Antônio Leal teria feito inúmeras contratações por inexigibilidade com supostas irregularidades, como serviços de contabilidade e advocatícios.

Ainda, teria praticado majoração de valores estabelecidos em contrato sem termo aditivo, além de ter efetuado o pagamentos de multas e juros pelo atraso no desembolso de obrigações sociais. E por aí vai.

A prestação de contas da APPM referente a esse exercício deve ser julgada esta semana pelo Tribunal de Contas do Estado. Vamos esperar e vê no que vai dar a questão em pauta pelo MPC.

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas