Piauí

Empresa contratada para administrar água e esgotos em Parnaíba pede direito de resposta

Matéria veiculada na TV Nils repercute em São Paulo e empresa emite esclarecimento

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Ref.: Publicação veiculada sob o título “EMPRESA QUE VAI ADMINISTRAR ÁGUA E ESGOTOS EM PARNAÍBA VIRA RÉU EM AÇÃO EM SP.”

A ÁGUA FORTE SANEAMENTO AMBIENTAL E ENGENHARIA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, regularmente inscrita no CNPJ sob o nº. 15.049.409/0001-70, com sede na Rua João Calegari, nº. 70, Bairro Itu Novo Centro, Itu/SP, CEP 13.303-534, por seu representante legal que esta subscreve, vem perante Vossas Senhorias, diante da publicação em referência, emitir a NOTA DE ESCLARECIMENTO abaixo, conforme segue:

A empresa ÁGUA FORTE SANEAMENTO AMBIENTAL E ENGENHARIA LTDA., após tomar conhecimento da matéria jornalística veiculada pela “TV NILS” sob o título de “EMPRESA QUE VAI ADMINISTRAR ÁGUA E ESGOTO EM PARNAÍBA VIRA REÚ AÇÃO EM SP”, vem a público prestar os esclarecimentos que seguem, desde já invocando seu legítimo direito de resposta, conforme lhe assegura a Lei Federal 13.188/15.

De início, cumpre-nos esclarecer que a ÁGUA FORTE jamais esteve envolvida em qualquer esquema de corrupção ou fraude a licitações como sugere a referida publicação virtual.

Menos ainda há que se falar em “inferno astral”, porquanto, até o presente momento, a única denúncia formalizada pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (fraude em licitação) em relação ao ex-sócio da ÁGUA FORTE, Sr. Djalma, se mostrou totalmente infundada e desprovida de qualquer amparo fático-probatório.

É de suma importância pautar que na ocasião em que foi deflagrada a “Operação Sevandija” no município de Ribeirão Preto/SP, a ÁGUA FORTE (então GTX Construções e Comércio Ltda. – razão social anterior), era apenas uma das empresas contratadas pelo grupo AEGEA para a execução de obras de saneamento, sendo este (o grupo AEGEA) quem efetivamente foi contratado pelo poder público daquele município.

Ou seja, a ÁGUA FORTE nunca sequer manteve contato com qualquer pessoa ligada à administração pública do município de Ribeirão Preto/SP. Todas as tratativas se deram especificamente no âmbito da relação civil/privada, sem qualquer aliança de interesses.

Frise-se que nenhum dos 16 presos citados na publicação eram funcionários, prepostos ou colaboradores diretos ou indiretos da ÁGUA FORTE, fato que só corrobora o quão infundada é a acusação dirigida ao Sr. Djalma.

Referido processo encontra-se na fase de instrução, e não só a ÁGUA FORTE como o próprio Sr. Djalma, no regular exercício do direito de defesa, tem colaborado com a justiça para os esclarecimentos necessários e punição dos responsáveis.

Como se sabe, acusação não é condenação, e o Sr. Djalma terá a chance de provar sua inocência, pelo que este e a própria ÁGUA FORTE asseguram e reiteram aos munícipes de Parnaíba/PI, bem como a todo público em geral, que jamais estiveram envolvidos em qualquer esquema de corrupção ou fraude. Ao contrário, em sua trajetória, a ÁGUA FORTE vem demonstrado a mais absoluta correção e ilibada reputação no trato da “coisa pública”, sempre atenta aos princípios norteadores da probidade e boa-fé.

ÁGUA FORTE SANEAMENTO AMBIENTAL E ENGENHARIA LTDA

 

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas