Esporte

Atletas piauienses não estão entre os mortos e feridos no incêndio do CT do Flamengo-RJ

Notícia que atletas do Piauí estariam entre mortos não é verdadeira

Um incêndio no fim da madrugada desta sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2019, deixou 10 mortos e 3 feridos no Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo-RJ na zona oeste do Rio de janeiro. Veja abaixo quem são as vítimas identificadas que sobreviveram.

O nome dos mortos ainda não foi divulgado.

Feridos:

  • Cauan Emanuel Gomes Nunes, 14 anos
  • Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos
  • Jhonatan Cruz Ventura, 15 anos, em estado grave

Em 2017, Cauan Emanuel chegou a disputar o Campeonato Cearense pelo Santa Cruz-CE e o Campeonato Futsal Colegial, pelo Salomé Bastos e Falcões da Vila, de Fortaleza-CE. O jogador cearense está há três anos no Rio e, desde o ano passado, joga no Flamengo-RJ, disputando os campeonatos da categoria de base.

Jhonatan Ventura é o que está internado em estado mais grave, com 40% do corpo queimado. Natural de Vila Velha-ES, atua como zagueiro no time de base.

Dois piauienses também atuam na base do Flamengo-RJ: Caio, capitão do time Sub-13 e Samuel, do time Sub-17. Caio não estava no CT e Samuel estava, mas seu alojamento não foi atingido.

Jhonatan Ventura veio do Ceará para tentar ser jogador de futebol no Rio — Foto: Reprodução/Facebook
Jhonatan Ventura veio do Ceará para tentar ser jogador de futebol no Rio —
Piauiense de 15 anos é destaque nas categorias de base do Flamengo do Rio de Janeiro
                                   Samuel, natural de Teresina, jogador do time Sub-17 do Flamengo-RJ

O jovem piauiense Samuel, 17 anos de idade, natural de Teresina com ramificações familiares em São Gonçalo do Piauí há seis anos é atleta do Flamengo-RJ e participou do Memorial Stefano Gusella, disputado em Turim, na Itália. No jogo de despedida do time carioca na competição, o Flamengo goleou o adversário pelo placar de 7 a 0, com direito a dois gol do jovem piauiense.

Samuel saiu de Teresina com 11 anos de idade para jogar no Flamengo-RJ e desde então nunca saiu, sendo hoje uma das grandes promessas do time da gávea.

Resultado de imagem para caio no flamengo-RJ piauienser
Caio, piauiense de Teresina, capitão do time Sub-13 do Flamengo-RJ

Nascido em Teresina-PI em 08 de Janeiro de 2006, Caio Felipe Batista Araújo (foto acima), capitão do time Sub-13 do Flamengo-RJ é atualmente umas das “joias” da base do clube carioca, tratado com muita atenção pelos treinadores. Muitos já apostam que o piauiense será em breve motivo de acúmulo de muito dinheiro na conta bancária rubro-negra.

Aos 8 anos de idade, Caio começou a desenvolver suas habilidades no futebol na Escolinha da AABB, em Teresina, sob a coordenação dos treinadores Aníbal Lemos e Aníbal Lemos Filho. Aos 10 anos de idade, migrou para o futsal, destacando-se em várias competições atuando pelo Celtic, de Teresina, tendo como treinadores Juniel e Matheus. No Celtic,  além de goleador, destacava-se pela forte força física, boa altura, diferenciais em relação aos demais atletas da mesma faixa etária que somava-se a admirável habilidade com a bola no pé.

Em 2017, Caio disputou o Campeonato Piauiense Sub-11 (Taça TV Clube), promovido pela Federação de Futebol do Piauí, quando tornou-se o artilheiro e foi aclamado como “o destaque da competição” atuando como volante. Após essa competição, foi convidado pelos treinadores Caio Graco e Tarso, para ingressar na Escolinha-franquia do Flamengo-RJ em Teresina, quando disputou campeonatos de futsal e futebol em João Pessoa-PB e Rio de Janeiro-RJ. Na capital fluminense, disputando a “Taça Fla” – que reuniu escolinhas das franquias do Flamengo-RJ em todo o Brasil, Caio conseguiu mais uma vez chamar atenção, sendo um dos grande nomes da competição.

Após destacar-se na Taça Fla, no Rio de Janeiro, através da interferência do observador técnico Waldyr Frazão, Caio aporta no Jacuipense, da Bahia, por onde tornou-se campeão da Rede Ball Cup e foi escolhido pela organização como um dos destaques da competição.

Destaque na Taça Fla, destaque da Rede Ball Cup,  fez com que o garoto piauiense recebesse convite para ser avaliado na base do Flamengo-RJ, sendo aprovado após duas semanas de treinos.

Em  Março de 2018, Caio integrou-se de vez à base do Clube de Regatas do Flamengo, atuando na maioria dos jogos como zagueiro, em alguns como volante, titular absoluto, capitão.

Para o jornalista Reinaldo Barros Torres, que acompanha competições de base por todo o Nordeste,  “A  humildade de Caio se une muito ao jeito clássico de jogar, ao toque de bola afinado, a elegância dentro de campo e a força física e chute forte, qualidades que chamam atenção a cada jogo e fazem o diferencial na rápida e vertiginosa escalada do jogador piauiense no Rio de Janeiro”. Em entrevista a reportagem do portal de notícias Tribuna do Nordeste e a TV Nils, Fernando de Araújo Oliveira, pai de Caio, disse que:  “A ida do Caio para o Rio de Janeiro mudou por completo os planos da nossa família. Devido ele ainda não poder alojar, pois só pode a partir de 14 anos, tive que alugar uma casa no Rio de Janeiro, minha esposa e nossos dois filhos foram morar lá para ele se sentir mais forte sem tanta falta da família. Eu fiquei em Teresina, trabalhando dobrado para poder mantê-los no Rio. Aqui já fiz rifas, bingos, feijoada festiva, tudo para arrecadar dinheiro para manter minha esposa e filhos no Rio de Janeiro. Tem sido difícil, dias árduos de muito trabalho e ajuda de alguns amigos. Rogo a Deus para que continue iluminando nossos caminhos e continue dando força e habilidade ao Caio para que nosso sonho de vê-lo no profissional do Flamengo-RJ venha a se tornar realidade”, disse.

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas