Geral

Professores da Universidade Estadual do Piauí deflagram greve em março em protesto salarial

O período letivo na UESPI deve iniciar com mais de 200 disciplinas sem professores

Professores da Universidade Estadual do Piauí irão deflagrar greve por tempo indeterminado no próximo dia 18 de março, uma semana depois do início do período letivo na unidade. A decisão foi tomada depois de assembleia realizada nesta quarta-feira (27).

A categoria reivindica reajuste salarial, implementação das Progressões, Promoções e Mudanças de Regime de Trabalho. Segundo a Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Piauí (ADCESP), o período letivo deve iniciar com mais de 200 disciplinas sem professores, sendo que a reforma administrativa apresentada pelo governador se nega a nomear os classificados do último concurso. A reforma ainda não permitirá a renovação dos professores substitutos, nem a contração de novos professores.

“A reforma administrativa do Governador Wellington Dias e seu pacotes de ajustes fiscais devem atacar diretamente a valorização do docente, a qualidade do ensino e as condições de trabalho na Universidade Estadual do Piauí. É hora de reagir e lutar em defesa da universidade e da categoria docente”, afirma a professora Rosângela Assunção, coordenadora geral da ADCESP.

Para o professor Daniel Solon, coordenador de articulação sindical, essas medidas adotadas pelo Governo e a reforma administrativa não ataca apenas a UESPI, mas o conjunto do funcionalismo público. “Nós aprovamos também que a ADCESP vá buscar as demais entidades sindicais de base estadual, buscando a realização de um movimento em conjunto para evitar a aprovação dessa reforma”, afirma.

A assembleia também contou com a participação de estudantes e diretores do DCE UESPI – Livre, que manifestaram apoio ao movimento grevista, por entender que se trata de uma luta importante em defesa da universidade pública.

Ascom

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas