Entretenimento

Solange Almeida e Xand Avião são investigados por tráfico internacional de drogas, diz site

Mais um ingrediente pode colocar lenha na fogueira nos bastidores da banda Aviões do Forró

Segundo o portal R7, o Ministério Público Federal, por meio da procuradora regional da República Luiza Frischeisen, em concordância com a Justiça Federal, é favorável à investigação contra o empresário Isaías CD, dono dos Aviões do Forró, por tráfico internacional de drogas, homicídios, ameaças e formação de quadrilha. São acusados também os sócios da A3 e os vocalistas Xand Avião e Solange Almeida.

O Procedimento Investigatório Criminal (PIC) havia sido arquivado, mas de forma não consensual.

Além de se defender das acusações de estupro e sonegação de impostos, Isaías terá de provar que não era uma aviãozinho dentro dos Aviões.

Mais um ingrediente pode colocar lenha na fogueira nos bastidores da banda Aviões do Forró. Os empresários Isaías CD e Zequinha Aristides são investigados por venderem terreno no município de Eusébio-CE, localizado a 24km de Fortaleza.

Vale lembrar que a Justiça Federal do Ceará penhorou os bens da dupla por supostas dívidas de R$ 50 milhões junto a Receita Federal. A Justiça apura, ainda, se Isaías e Zequinha são donos de outros cinco terrenos na região que, juntos, estão avaliados em R$ 200 milhões.

A já complicada história é mais um capítulo envolvendo a banda. Na semana passada, Solange Almeida, ex-vocalista, denunciou que havia sofrido assédio por parte de Isaías.

A ex-companheira de palcos de Xand também pediu R$ 5 mi em apuração de haveres em outro processo, que é um pedido de avaliação do montante devido a ela enquanto ex-sócia.

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas