Esporte

Áudio indica suposta negociação para Bruno jogar no Piauí; goleiro e clubes negam

Ele e os 8 clubes do Campeonato Piauiense negaram as negociações

Um áudio atribuído ao goleiro Bruno Fernandes de Souza, ex-Flamengo (RJ) e Atlético (MG), indica uma suposta negociação do jogador com um clube do Piauí. Ele e os 8 clubes do Campeonato Piauiense negaram as negociações.

A Rádio Cidade Verde teve acesso ao áudio, no qual o homem responde alguém sobre proposta salarial, de transporte e moradia para negociar com um clube. Na mensagem, ele diz que conhece o Piauí e morou no estado por alguns meses quando era criança, e fala que o Nordeste tem muitos flamenguistas, o que poderia ajudar um eventual projeto de marketing para sua contratação.

A reportagem da Cidade Verde entrou em contato com o goleiro Bruno. Em uma rede social, o jogador respondeu que foi procurado por uma pessoa sobre uma possível negociação, mas não teria sido procurado pela diretoria de nenhum clube.

A apuração inicial da reportagem indicou que o interesse teria partido da Sociedade Esportiva de Picos, que teria uma lista de 4 opções de goleiros para reforçar a equipe.

Ouça:

O presidente da SEP, Rodrigo Lima, disse que o clube busca um goleiro, mas negou o interesse no ex-jogador do Flamengo.

O técnico Adelmo Soares confirmou a existência de uma lista de possíveis goleiros, entre eles Bruno. Após o presidente negar o interesse no ex-jogador do Flamengo, o treinador disse que só iria se pronunciar após conversar com a diretoria.

Após a informação sobre o áudio atribuído ao goleiro Bruno ser divulgada na Rádio e TV Cidade Verde, a diretoria da Sociedade Esportiva de Picos divulgou nota nas redes sociais negando qualquer negociação:

A reportagem procurou outros clubes do Campeonato Piauiense. Flamengo, Timon, River, Piauí, Altos, 4 de Julho e Parnahyba também negaram terem feito contato com o goleiro Bruno – os dois últimos contrataram novos goleiros recentemente.

Na semana passada, o Operário, de Várzea Grande (MT), desistiu de contratar Bruno após perda de patrocínios e protestos de torcedores. O goleiro foi condenado na Justiça de Minas Gerais pelo sequestro, morte e ocultação do corpo da ex-namorada Eliza Samúdio, crime cometido em 2010.

Fábio Lima, Cidadeverde

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close