Piauí

Teletrabalho: servidores utilizam plataforma on-line para continuar os serviços do Estado

O acesso foi disponibilizado pela PPP Piauí Conectado e ATI, em parceria com a Cisco.

O regime de teletrabalho dos órgãos e secretarias do Governo do Piauí, para que o Estado dê continuidade aos serviços públicos, estão sendo realizados por meio de reuniões on-line na plataforma Cisco Webex, disponibilizada pela Piauí Conectado e a Agência de Tecnologia da Informação do Estado (ATI) esta semana. Alguns órgãos, como a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SDE), o Corpo de Bombeiros Militar do Piauí e o Instituto de Terras do Piauí (Interpi), já utilizaram as salas de videoconferência da ferramenta e asseguraram a qualidade.

O secretário estadual da SDE, Igor Neri, fez uso da tecnologia para reuniões com superintendentes e equipes de trabalho e aprovou a Cisco Webex. “Queria agradecer à Piauí Conectado e à ATI por ter nos proporcionado essa facilidade. A plataforma é muito boa, bem fácil de acessar e está me ajudando muito, principalmente nesse momento de crise. Estamos fazendo uma campanha de arrecadação de fundos para comprar materiais de proteção individual e a tecnologia está sendo bem útil, pois posso me reunir com os empresários sem precisar sair de casa”, declara o gestor.

O objetivo da iniciativa é minimizar o impacto das medidas de prevenção à Covid-19 na realização do trabalho presencial dos servidores e possibilizar o prosseguimento dos serviços públicos. O diretor do Interpi, Chico Lucas, que também experimentou as salas de videoconferência, frisa a importância disso.

“Os servidores do Interpi foram encaminhados para teletrabalho e hoje fizemos uma reunião por meio da ferramenta. Sem ela, estaríamos em casa ociosos e, principalmente, ansiosos com o acúmulo de trabalho. No momento de crise, como esse, precisamos nos resguardar e ficar em casa, mas também, dentro do possível, dar continuidade ao trabalho dentro do Estado”, diz Chico Lucas.

A Cisco Webex está sendo importante também para a atuação do Corpo de Bombeiros, como explica o auxiliar do Gabinete do Comando Geral, Luís Henrique Albuquerque, que trabalha no Centro de Operações e Comunicação do órgão. Segundo ele, o momento é delicado e agora, mais do que nunca, é preciso adotar o trabalho remoto. Mas a plataforma é essencial para a continuidade do serviço de proteção à população.

“A plataforma de videoconferência que nos foi apresentada pela Piauí Conectado, em parceria com a ATI/PI, tem sido muito útil para aliar o nosso Serviço Bombeiro Militar à proteção da nossa população da melhor forma possível. Continuamos a nos reunir todos os dias na plataforma, traçando estratégias para os diversos desafios que nos esperam nas ruas. E é válido lembrar que além do surto do coronavírus, temos situações de risco por conta das chuvas em todo o estado”, ressalta Luís Henrique.

As expectativas quanto à qualidade, velocidade e segurança da tecnologia estão sendo superadas por parte da direção da Piauí Conectado. O diretor-presidente da empresa, Emerson Silva, destaca a positividade dos resultados. “Nosso objetivo era ajudar, de alguma forma, o Estado neste momento tão difícil em que nos encontramos. A economia está abalada, os trabalhadores e a população de modo geral. Com a plataforma, minimizamos esses impactos e apresentamos uma alternativa para continuarem os serviços públicos. Ficamos felizes que os resultados estejam sendo tão positivos”, afirma o diretor.

Piauí Conectado

A Piauí Conectado é uma empresa que possui contrato de Parceria Público-Privada (PPP) com o Governo do Piauí, por meio da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), na área de tecnologia. O objetivo do projeto é colaborar para o desenvolvimento do estado ao modernizar o sistema de comunicação digital da região.

Por meio de uma rede de fibra óptica com 5.000 Km de extensão, o projeto vai instalar 1.500 pontos de internet nos 98 municípios mais populosos do Piauí, atendendo mais de 85% da população. Com isso, será possível a implantação de projetos tecnológicos, como: videoconferência, telemedicina, teleducação, televigilância, fiscalização de cargas, wi-fi, entre outros. O projeto é pioneiro e se apresenta como referência no Brasil.

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas