Cidade

Firmino Filho entrega em Teresina o hospital de campanha Pedro Balzi para infectados pelo coronavírus

De acordo com a prefeitura, a estrutura funcionará com 82 leitos clínicos e quatro de estabilização

O prefeito de Teresina, firmino Filho entregou nesta terça-feira, 19, o hospital de campanha Pedro Balzi, situado no Centro de Treinamento de Badminton do Setor de Esportes da Unidade Federal do Piauí (UFPI), começa a funcionar de forma gradual. De acordo com a prefeitura, a estrutura funcionará com 82 leitos clínicos e quatro de estabilização. Esse foi o primeiro de três hospitais de campanha que estão sendo construídos em Teresina.

Na manhã desta segunda-feira (18), o prefeito Firmino Filho esteve no local e disse que a unidade de saúde será um ponto de apoio central para encaminhamentos de pacientes diagnosticados com a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Que Deus possa abençoar todos os trabalhadores de saúde que vão exercer o seu ofício, a sua solidariedade, nesse local. Que Deus possa proteger também todos os pacientes que, por ventura, venham a precisar desses atendimentos”, disse.

Posso buscar atendimento direto no Hospital Pedro Balzi?

Não. Segundo presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Moura Neto, o Hospital Pedro Balzi receberá pacientes transferidos de outras unidades de saúde. Segundo ele, pessoas com sintomas gripais devem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

As pessoas com quadro de síndrome gripal devem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPA), ou ligar para o Alô Saúde 0800 291 0084.

Foto: Ascom. 

Investimento

De acordo com o Portal da Transparência, o investimento na construção do hospital foi de R$ 1.904.118,00, por parte da Prefeitura de Teresina, em estrutura e equipamentos. Em três meses de funcionamento, o valor aplicado pode ser duas vezes maior chegando a R$ 6. 394.604,50.

Profissionais de Saúde

Na unidade, vão trabalhar 413 profissionais das mais diferentes áreas. Entre elas, estão médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, fisioterapeutas, farmacêuticos, nutricionistas, técnicos de enfermagem, técnicos em radiologia, pessoal administrativo, de serviços gerais e de apoio. Ainda não há informações sobre o processo seletivo para a contratação dos servidores.

A prefeitura ainda não entregou os hospitais da Fraternidade, no Lar da Fraternidade e o anexo ao HUT.

VEJA O VÍDEO

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas