Cidade

Covid-19: Prefeitura de Teresina diz que número de imunizados é maior que infectantes em Teresina

Firmino Filho disse que há quase 30 mil pessoas imunizadas ou prestes a ficarem imunizadas

O resultado da sexta pesquisa de investigação sorológica realizada pela Prefeitura de Teresina mostra curva de expansão do novo coronavírus na Capital com 49.998 mil positivados. Apesar do crescimento acelerado [com 17 óbitos nos últimos dois dias], o prefeito Firmino Filho disse que há quase 30 mil pessoas imunizadas ou prestes a ficarem imunizadas, enquanto o número de infectantes está em 19.833, de acordo com dados da sondagem entre os dias 22 a 24 de maio.

 

Durante live, o prefeito revelou ainda que o indicador R0- que mostra quantas pessoas, em média, cada infectado transmite o coronavírus, está em 1,89, índice considerado alto de contágio para a reabertura da economia. Sobre o retorno das atividades, Firmino Filho disse que, nesta quinta-feira (26), vai apresentar uma minuta de condições para abordar a abertura das atividades econômicas em Teresina.

“Estamos em uma curva de expansão do vírus, ainda na fase exponencial, principalmente em número de óbitos, 17 óbitos nos últimos dois dias. Seria irresponsabilidade abrir a economia neste momento, trazer sacrifício para a população”, disse Filho.

A pesquisa sorológica mostrou também que a zona Norte de Teresina registra o maior número de positivados. Já a faixa etária mais afetada está entre 35 a 69 anos de idade.SINTOMAS MAIS EVIDENTES

Entre os pacientes positivados, os sintomas mais evidentes foram ausência de cheiro e gosto, dor de cabeça, febre, dor no corpo e coriza. Já os fatores de risco mais prevalentes foram pressão alta, obesidade e diabetes.

OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTIs

Dos 83 leitos de UTIs disponíveis na rede pública em Teresina, apenas 18 estão vagos. Já na rede privada, dos 103 apenas 29 ainda estão vagos.

TRABALHADORES MAIS INFECTADOS

A pesquisa revelou que os trabalhadores mais infectados são profissionais liberais, empresários e autônomos, seguidos de desempregados temporários.

BARREIRAS SANITÁRIAS, LOCKDOWN E RODÍZIO DE CARROS

O prefeito Firmino Filho disse que está sendo avaliada a possibilidade de instalação de barreiras sanitárias na Grande Teresina em relação a outras cidades do Maranhão, como já acontece com Timon.

Sobre o lockdown, Firmino Filho defendeu que seja ampliado, mas ressalta que a competência é do Governo do Estado. Ele citou o exemplo do bloqueio total adotado na Turquia e sugeriu lockdown aos sábados e domingos, além de segunda ou sexta também, caso  a curva de contaminação continue em ascensão.

O prefeito disse ainda que avalia adotar o rodízio de carros no centro de Teresina devido ao grande fluxo de pessoas, provavelmente, para serviços não-essenciais.

 

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas