Piauí

Governador amplia medidas restritivas e anuncia retomada para o dia 6 de julho

Novo decreto também prevê aplicação de multa para quem não usar máscara em locais públicos

O governador Wellington Dias anunciou, nesta quinta-feira (25), a adoção de medidas mais rígidas nos próximos dias a fim de conter o avanço do novo coronavírus no estado. Ficou decido que nesta sexta (26), sábado (27) e domingo (28), e, também, na próxima quinta-feira (2), sexta-feira (3), sábado (4) e domingo (5) será mais restrito o funcionamento de serviços essenciais.

De acordo com o chefe do executivo estadual, as novas medidas irão possibilitar seguir com o cronograma de reabertura das atividades econômicas, a partir do dia 6 de julho. “As medidas foram estabelecidas em entendimento com o prefeito Firmino Filho e o presidente da APPM, Jonas Moura. Para que possamos flexibilizar a outros setores, a partir de 6 de julho, será preciso algumas medidas rígidas para as próximas duas semanas com o intuito de buscar frear a disseminação e colocar as oito regiões do estado numa situação semelhante, com baixa na transmissibilidade e condições de atendimento adequadas. O que nos permite o prosseguimento da retomada é a estabilização da ocupação de leitos de UTI e precisamos manter isso”, atentou o governador.

Nesta sexta-feira (26) e nas próximas quinta-feira e sexta-feira, 2 e 3 de julho, será decretado ponto facultativo nos órgãos públicos estaduais e a mesma recomendação para os municípios. Além de maior restrição às atividades essenciais no final de semana. O governo irá disponibilizar 3.200 pessoas apoiando o cumprimento do isolamento com a fiscalização.

Ainda de acordo com Dias, para alcançar o patamar de isolamento de 55%, as medidas restritivas dão resultado, não sendo necessário o lockdown. “Para o fechamento total teríamos que optar por uma intervenção com as forças armadas e acho que a democracia não condiz com isso. Não é fácil chegar a esse nível de isolamento, mas é possível. Vamos adotar as medidas restritivas e uma operação de vigilância sanitária, junto com as áreas de segurança, para que tenhamos em todo o estado as condições de ampliar o isolamento e reduzir a taxa de transmissibilidade”, disse.

O governador ainda pretende adotar a política de aplicação de multa para quem não utiliza máscaras em espaços públicos. “As equipes que vão a campo verificaram que muitas pessoas não estão usando máscara, mas esse equipamento de proteção individual protege quem usa e protege o outro também, ou seja, você tem direito à escolha sobre a sua vida, mas não sobre a vida do outro. Portanto, teremos que chegar a esse ponto de aplicar advertência seguido de multa para aqueles que desobedecerem ao decreto”, pontuou Dias.

Alcançando a redução, no dia 6 de julho fica autorizada a primeira etapa de retomada de atividades. A cada 15 dias fica autorizada novas etapas, após análise do nível de risco. “Já estamos com mais de 90 dias e sei da dificuldade e esforço de todos. Entramos juntos e vamos prosseguir juntos com a participação e compreensão de todos. Peço que todos possamos colaborar e sair de casa só em situação de extrema necessidade. Cada um cuidar do outro. Já estamos bem próximos para a plena implantação do Pro Piauí”, finalizou o governador.

Tags
Mostrar Mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Pular para a barra de ferramentas