BrasilGeral

Faixas exclusivas: cinco vias importantes estão sob fiscalização eletrônica

Só podem circular pelas faixas exclusivas os ônibus, vans escolares e táxis com passageiros

á está em funcionamento o sistema de fiscalização eletrônica nas faixas de circulação exclusiva para ônibus que ficam localizadas nas avenidas Frei Serafim, José Francisco de Almeida Neto, Joaquim Nelson e nas ruas Coelho de Resende e Desembargador Pires de Castro.

Podem circular pelas faixas exclusivas os seguintes veículos: ônibus, vans escolares e táxis com passageiros. Os demais veículos somente podem entrar nas faixas exclusivas para acessar o lotes e fazer conversões à direita.

Nas faixas exclusivas para transporte público os demais veículos podem circular por um quarteirão, o que corresponde a 150 metros, e, em seguida, devem fazer a conversão à direita. Caso circule por mais de duas quadras, estarão sujeitos a notificação de acordo com o Artigo 184, no inciso III, que corresponde a uma multa gravíssima, no valor de R$ 293,47, e sete pontos na carteira.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito, José Falcão, a fiscalização eletrônica tem como objetivo garantir a circulação dos ônibus nas faixas exclusivas, proporcionando com isso, mais agilidade ao transporte público. “Antes fazíamos a fiscalização das faixas com a ajuda dos agentes de trânsito na nossa central de monitoramento, por isso era impossível fazer uma fiscalização total da área, mas agora com a fiscalização eletrônica estamos conseguindo uma trabalho mais consistente”, explica.

Falcão enfatiza que o monitoramento nas faixas exclusivas são realizados de forma semelhante à fiscalização que é feita em grandes centros como São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro e Fortaleza. “Implantamos aqui o que há de mais moderno no que diz respeito à monitoramento eletrônico. São equipamentos que irão monitorar tanto a velocidade quanto a circulação na faixa. Com isso estaremos garantindo a circulação do transporte público e um trânsito mais seguro para todos”, acrescentou.

O diretor afirma ainda que a diferença entre circular nos corredores exclusivos e nas faixas exclusivas e que, no caso das faixas, é permitido adentrar para o veículo ter acesso aos lotes. “Estamos em um processo de mudança tanto no trânsito quanto no transporte de Teresina, por isso precisamos respeitar os espaços e a sinalização. Só assim conseguiremos um trânsito melhor e mais seguro para todos”, finalizou.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close