Internacional

Sob forte esquema de segurança, Jerusalém realiza parada gay no Orgulho Gay

Essa é a primeira vez que Jerusalém realiza o evento na terra santa

Em meio a um forte esquema de segurança de segurança, Jerusalém da realiza nesta quinta-feira (2) a 17ª edição do desfile do Orgulho Gay. Milhares pessoas devem participar desta que deve ser a maior manifestação em defesa dos direitos da comunidade LGBT da história da cidade.

A marcha é um foco de tensão entre a maioria predominantemente secular de Israel e a minoria judaica ultraortodoxa, que se opõe a demonstrações públicas de homossexualidade.

De acordo com o jornal “Times of Israel”, cerca de 2,5 mil policiais foram mobilizados para garantir a segurança do evento, que espera reunir 30 mil pessoas. No ano passado, por volta de 22 mil pessoas participaram do desfile.

A circulação de veículos está proibida no centro da Cidade Santa e, para ter acesso à região da passeata, as pessoas devem passar por uma revista corporal.

O reforço na segurança no desfile aumentou depois que, em 2015, um judeu ortodoxo invadiu a passeata e matou com uma facada um adolescente de 16 anos.

Essa morte criou uma polêmica sobre as medidas de segurança no evento, porque o assassino, Yshai Shlissel, tinha deixado a cadeia poucas semanas antes do crime. Ele tinha ficado preso por ferir três pessoas na parada de 2005.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close