Piauí

Empresa diz que foram liberadas mais 9 eólicas no Piauí; serão 27 mil kW de potência

Lagoa do Barro iniciou a última etapa de implantação com aerogeradores

O superintendente de Fiscalização dos Serviços de Geração da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Alessandro D’AFonseca Catarino, autorizou quarta-feira, dia 12, o início da operação de nove unidades geradoras do Complexo Eólico Lagoa do Barro, localizado no município de mesmo nome na região Sudoeste do Piauí.

Foto divulgação

A autorização possibilita a operacionalização de 27 mil KW de potência instalada. O Complexo Lagoa do Barro terá uma capacidade de 195 megawatts, contando com 65 aerogeradores, cada um com potência de 3 MW, instalados em torres de concreto com 120 metros de altura e distribuídos por oito parques eólicos.

A conclusão das obras do Complexo Eólico Lagoa do Barro está prevista para o segundo semestre de 2018. O investimento no empreendimento gira em torno de R$ 1,3 bilhão. O Piauí é destaque na produção de energias limpas, consolidando-se entre os cinco maiores Estados produtores do país em potência instalada.

O Complexo Lagoa do Barro iniciou a última etapa de implantação com a montagem dos aerogeradores. A Atlantic Energias Renováveis, responsável pelo empreendimento, divulgou que até o momento, 13 torres estão pré-montadas, três aerogeradores estão finalizados e mais três equipamentos estão em fase de montagem das pás.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close