Política

Suplente de senador e mais 9 têm candidaturas indeferidas pelo TRE

Dezoito processos relacionados a registros entraram na pauta do TRE

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) indeferiu o registro de candidatura do 1º suplente de senador, César Ribeiro Melo, da coligação “Mudar para cuidar da nossa gente”. Ele concorria ao pleito na suplência do médico Marcos Vinicius (PTC). Segundo a Corte eleitoral, o candidato não comprovou filiação partidária. Dezoito processos relacionados a registros entraram na pauta do TRE pela manhã, sendo dez indeferidos.

Além de César Melo, tiveram registros indeferidos candidatos a deputado estadual e federal. Veja a lista:

Francisco das Chagas Mendes da Silva (PSOL), candidato a deputado estadual na coligação  “Poder popular na construção do Piauí). Nas eleições 2014 as contas do candidato foram julgadas como não prestadas. Segundo o TRE, ele não apresentou certidão de quitação com a justiça eleitoral.

Sílvia Helena Galdino da Silva. A candidata a deputada estadual pediu registro sem estar filiada a nenhum partido. A Constituição Federal veda as chamadas candidaturas avulsas.

Antônio Roberto de Lima (PSL), candidato a deputado estadual da coligação “Piauí Acima de tudo”. O tribunal disse que ele apresentou filiação fora do prazo, na data 13 de abril, quando deveria ter feito no dia 7.

Jackeline de Oliveira machado – candidata a deputada estadual pela coligação Resistência Piauí III. De acordo com o TRE, ela não apresentou quitação da justiça eleitoral. Foi candidata em 2014 e não prestou conta.

José Raimundo Xavier – candidato a deputado estadual pela coligação Resistência Piauí III, não apresentou quitação da justiça eleitoral. Ele teve as contas julgadas não prestadas em 7.12.2017. O candidato concorreu ao cargo de vereador e não prestou conta.

Sara Mirely Mendes Carvalho – Disputa  vaga na Alepi pela coligação Resistência Piauí III. Ela não comprovou filiação partidária.

Francisco Rodrigues Soares – candidato a deputado estadual.

Alexandria Laudier Sousa – disputa o cargo de deputado federal pelo PRTB. Segundo o TRE, a candidata não se afastou do  serviço público no prazo determinado.

Francisco das Chagas Cavalcante Neto. Também disputa o cargo de deputado federal pela coligação Resistência pelo Piauí. Ele não provou filiação ao Patriota no prazo legal.

Todos os candidatos podem recorrer das decisões junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e continuar realizando campanha normalmente. Hoje é o último dia de julgamentos dos registros de candidatura. O TRE fará plantão a partir das 17h até concluir toda a pauta.

Fonte: Cidade Verde

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close