Piauí

Sindicato dos Médicos do Piauí deflagram greve em protesto contra atraso salarial

Entre as reivindicações e denúncias da categoria está o atraso salarial

O Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (Simepi) informou, nesta terça-feira (18), que servidores públicos do Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano (PI), irão deflagrar greve nos dias 20 e 21 de setembro. Em nota, o sindicato afirma que os profissionais querem chamar atenção das autoridades de saúde sobre a situação da saúde pública no município.

Segundo o Simepi, todos os atendimentos serão suspensos, mas serão mantidos os das classificações amarela, laranja e vermelha.

“As denúncias foram recebidas pelo Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí, que realizou uma assembleia geral, no último dia 14, para discutir as reivindicações da categoria. Seguindo o Estatuto da entidade, realizou votação e obteve apoio unânime dos médicos”, diz a nota do sindicato.

Entre as reivindicações e denúncias da categoria está o atraso salarial referente aos meses de junho, julho e agosto; melhores condições de trabalho; falta de insumos para trabalhar; estruturas insalubres no repousou médico; falta de adequação do repouso para as médicas;  não cumprimento do acordo feito em dezembro de 2017, onde foi estipulado um calendário de pagamento de 2018 pelo Governo do Estado do Piauí.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close