Piauí

DATA AZ: Wellington supera adversários em pesquisa realizada em todo o Piauí

O candidato de oposição melhor situado na pesquisa estimulada é Dr. Pessoa

A terceira pesquisa Data AZ realizada após a homologação das candidaturas a governador indica a liderança de Wellington Dias (PT) sobre seus adversários com 41,84% das intenções de voto em sondagem estimulada para governador. Ele soma mais que os adversários juntos, que chegam a 37,92%. O segundo colocado, Dr Pessoa, cresceu de 16,16% para 19,04%.

A diferença que separa Wellington de todos os candidatos, de 3,92%, é superior à margem de erro de 2,80%, o que permite afirmar que, mantido este cenário, o petista pode vencer a eleição em primeiro turno.

O candidato de oposição melhor situado na pesquisa estimulada é deputado estadual Dr. Pessoa (Solidariedade), que tem  19,04% das intenções de votos, seguido pelo tucano Luciano Nunes, com 11,60%.

Um pouco mais distantes aparecem os candidatos Valter Alencar (PSC), com 2,96%, Elmano Ferrer (Podemos), com 2,72%.

Fábio Servo (PSL) tem 0,72%, enquanto Luciane Santos (PSTU) aparece com 0,64%. Quase zerados, com 0,08% são citados Lourdes Melo (PCO), Romualdo Sena (Democracia Cristã) e Professora Suely (PSOL).

Nulos, brancos e nenhum dos candidatos somam 11,60%, enquanto eleitores indecisos (não sabem, não opinam) chegam a 8,64%.

Considerando-se o percentual de intenções de votos 79,76% como votos nominais (válidos) na urna, se a eleição fosse hoje, o petista teria 52,45% dos votos e venceria a eleição em primeiro turno.

Wellington aparece melhor na pesquisa espontânea

A posição de primeiro lugar na pesquisa estimulada assegura ao governador um certo conforto em relação aos adversários, mas é na sondagem espontânea que se vê a consolidação do nome dele na liderança na corrida eleitoral: o petista tem 35,36% das intenções de voto nesse cenário.

O percentual de intenções de voto espontaneamente obtidos pelo governador é 2,7 vezes maior que a do segundo colocado, Dr. Pessoa, que tem 13,04%, à frente de Luciano Nunes, que aparece com 9,36%.

Elmano Ferrer tem 1,44%, enquanto Fabio Serve vem com 0,48%, Valter Alencar tem 0,32%, Luciane Santos 0,16% e Professora Sueli, 0,08%.

Na soma das intenções de votos dadas a outros nomes, chega-se a 24,96%, mais de dez pontos percentuais (10,40%) a menos que as intenções de voto do governador.

Os eleitores indecisos (não sabe, não opina) somam 32,40%, enquanto aqueles que indicam não votar em nenhum candidato somam 7,28%.

Rejeição a candidatos é baixa

Líder nas intenções de voto nas pesquisas estimulada e espontânea, Wellington Dias é o mais rejeitado entre os candidatos a governador: 21,28% dos eleitores dizem que não votariam nele de jeito nenhum.

Mesmo assim, a rejeição ao petista é baixa, considerando que 55,92% dos eleitores ouvidos não sabem ou não opinam sobre em qual candidato a governador não votariam de jeito nenhum.

Depois de Wellington Dias o mais rejeitado é o segundo colocado na corrida pelo Palácio de Karnak, Dr. Pessoa (3,52%), seguido por Luciano Nunes (2,96%), Elmano Ferrer (2,64%) e Lourdes Melo (0,96%).

Nenhum outro candidato teve mais que meio por cento de rejeição.

Pessoa e Luciano tiveram variação maior que Wellington

Apesar de sua posição ser de possibilidade de vitória no primeiro turno, na comparação com a pesquisa anterior o governador praticamente não teve ganhos. Ele variou positivamente dentro do mesmo percentual obtido na pesquisa anterior (4 a 7 de setembro), quando apareceu com 41,12%. Na pesquisa atual, variou 0,72 ponto percentual.

Dr. Pessoa foi o único a registrar crescimento, porque se expandiu além da margem de erro da pesquisa – de 2,8%. O candidato do Solidariedade saiu de 16,16% na pesquisa anterior para 19,06%. A variação foi de 2,88%, apenas 0,08% acima da margem de erro.

Porém, o crescimento de Pessoa somente o recoloca na posição que tinha no final de agosto, quando aparecia com 18.16%.

Luciano Nunes ultrapassou a barreira dos dois dígitos nas intenções de voto, chegando a 11,60%, 2,4% acima do registrado na pesquisa anterior (9,20%).

Surpreende também que o estreante Valter Alencar tenha ultrapassado o senador Elmano Ferrer, que repetiu agora o mesmo percentual de intenções de voto na pesquisa anterior (2,72%), enquanto Alencar saiu de 1,92% para 2,96%.

Pesquisa estimulada para governador – Quadro Comparativo

CANDIDATO 24/27-08 04/07-9 14/17-09
Wellington Dias 36,96% 41,12% 41,84%
Dr. Pessoa 18,16% 16,16% 19,04%
Luciano Nunes 8,40% 9,20% 11,60%
Elmano Ferrer 4,80% 2,72% 2,72%
Valter Alencar 1,16% 1,92% 2,96%
Fabio Servo 0,40% 0,72% 0,72%
Luciane Santos 0,80% 0,16% 0,64%
Lourdes Melo 0,40% 0,16% 0,08%
Professora Sueli 0,48% 0,32% 0,08%
Romualdo Sena 0,24% 0,00% 0,08%
Não sabe/não opina 14,24% 13,92% 8,64%
Brancos/nulos/nenhum 13,44% 13,60% 11,60%

 

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA

Número de entrevistas – 1.250
Período de realização – 14 a 17 de setembro de 2018
Margem de erro – 2,8% para mais ou para menos.
Nível de confiança – 95%.
Contratante e realizador: Instituto Data AZ
Estatístico responsável: Laércio de Sousa Araújo (CONRE 9356).
Registro na Justiça Eleitoral PI-02131/2018 e BR 06627-2018

Fonte: Data AZ

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close