GeralPolicial

Polícias Civil e Militar fecham portões da Praça da Bandeira em operação contra roubo

A ‘Operação Rubro’ tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa Interestadual

Na manhã dessa quarta-feira (26), a Polícia Civil do Piauí  deflagrou a operação Rubro, junto a Polícia Militar e a Guarda Municipal, que visa combater crimes contra como furtos, roubos, estelionatos e latrocínios. Os agentes chegaram a fechar os portões da Praça da Bandeira, no centro de Teresina e revistaram vendedores irregulares que comercializavam aparelhos celulares sem nota fiscal. Os policiais ainda revistaram os boxes do Shopping da Cidade, cumpriram 10 mandados de busca e apreensão e prenderam um suspeito.

Resultado de imagem para ambulantes na praça da bandeira pi

A ‘Operação Rubro’ tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa Interestadual especializada em estelionato e outros crimes praticados contra vítimas de furto e roubo de celulares, utilizando técnicas complexas para capturas não autorizadas de logins e senhas de acesso a contas vinculadas a empresa de aparelhos celulares e outros dispositivos eletrônicos, além de crimes correlatos como receptação e tráfico de drogas.

A polícia também deflagrou no Piauí, a ‘Operação Midas’, que acontece em âmbito nacional, com a participação de todas as Polícias Civis do País e visa o cumprimento de mandados de prisão expedidos em desfavor de autores de roubo e latrocínio, ou seja, crimes patrimoniais praticados com violência ou grave ameaça e resultado morte, tentado e consumado, além do cumprimento de outros mandados de prisão pela prática crimes diversos no Piauí.

O delegado Luci Keiko, adiantou que diversos mandados de prisão já foram cumpridos. “Essa operação foi iniciada hoje, tem um nível nacional, todos os estados estão empenhados nessa ação para cumprir mandados de crimes contra o patrimônio especialmente roubo, latrocínio, furto. Nós já conseguimos prender quatro pessoas por roubo, seis por estelionato e os dois que estão no 7º distrito policial são condenados por roubo, ambos foram condenados a uma pena de 5 anos e 4 meses, ja são conhecidos da polícia e conseguimos êxito no cumprimento desses mandados. Essa operação vai até amanhã onde estamos empenhados em cumprir o máximo de mandados possíveis”, declarou.

Cerca de 200 policiais civis estão envolvidos nos dois dias das Operações Midas e Rubro, e participando também de outras Operações no interior do Estado que devem durar até 48 horas.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close