Política

Ibope lança segunda pesquisa para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 57%; Haddad, 43%

Nos votos totais, Jair Bolsonaro, do PSL, continua na frente da Haddad

Na segunda pesquisa Ibope de intenção de voto no segundo turno da eleição presidencial, Jair Bolsonaro, do PSL, segue à frente com 57% dos votos válidos, enquanto Fernando Haddad, do PT, atinge 43%. Os votos válidos excluem os votos em branco, nulos e o percentual de eleitores indecisos. A probabilidade de os resultados retratarem a realidade é de 95%, com margem de erro de dois pontos para mais ou para menos.

Jair Bolsonaro tinha 59% dos votos válidos na semana passada; agora, tem 57%. Com a margem de erro, de 55% a 59%.

Fernando Haddad tinha 41%. Agora, tem 43%. Pela margem de erro, de 41% a 45%.

Quando são considerados os eleitores indecisos e os votos em branco e nulos, os números do Ibope ficam assim:

Jair Bolsonaro, do PSL, tinha 52% das intenções de voto. Agora, tem 50%. Pela margem de erro, de 48% a 52%.

Fernando Haddad, do PT, tinha 37%. Agora, manteve os 37%. Com a margem de erro, de 35% a 39%.

Votos em branco e nulos somavam 9% e agora são 10%. Os que não souberam ou não responderam eram 2% e agora são 3%.

Rejeição

O Ibope também pesquisou o potencial de voto e a rejeição. O instituto apresentou aos entrevistados cinco alternativas e perguntou qual delas descrevia melhor a opinião sobre cada candidato.

Na semana passada, os que disseram que com certeza votariam em Bolsonaro para presidente eram 41%; agora são 37%.

Os que afirmaram que poderiam votar nele eram 11%; agora, 11%.

Os que declararam que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum eram 35%; agora, são 40%.

Os que afirmaram que não o conhecem o suficiente para opinar eram 11%, agora, 11%, de novo.

E os que não souberam ou preferiram não opinar eram 2%; agora, 2%, de novo.

Os que afirmaram que com certeza votariam em Haddad para presidente eram 28% na semana passada. Agora são 31%.

Os que disseram que poderiam votar nele eram 11%; agora, 12%.

Os que declararam que não votariam em Haddad de jeito nenhum eram 47%. Agora, são 41%.

Os que afirmaram que não o conhecem o suficiente para opinar eram 12%; agora, 14%.

E os que não souberam ou preferiram não opinar eram 2%; agora, 2%.

O Ibope entrevistou 3.010 eleitores, de domingo (21) até esta terça-feira (23). O levantamento foi contratado pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close