Brasil

Jair Bolsonaro é eleito Presidente do Brasil com a maioria dos votos válidos

Bolsonaro já seguia na liderança com 55,70% enquanto Haddad estava com 44,30%

Agora é pra valer, Jair Bolsonaro (PSL) é eleito presidente da República. Ele venceu o candidato petista Fernando Haddad e foi eleito presidente da República neste domingo, 28 de outubro de 2018. A vitória neste segundo turno contou com menor margem de diferença com relação ao primeiro, quando o candidato do PSL obteve 46,08% dos votos válidos, contra 29,2% do petista.

Por volta das 19h, quando o Tribunal Superior Eleitoral começou a divulgar a apuração, Jair Bolsonaro já seguia na liderança com 55,70% enquanto Haddad estava com 44,30%.

Retrospectiva

A disputa acabou não ficando só no campo político. Houve muita troca de acusações com relação à dissipação de notícias falsas (fake news) nas redes sociais. O caso mais notório envolveu a campanha do candidato direitista.

Em reportagem veiculada no início deste mês, o jornal Folha de São Paulo apontou que empresas pró-Bolsonaro compram disparos anti-PT no WhatsApp. O caso se tornou o mais comentado do Twitter, assim que noticiado.

De acordo com uma reportagem da Folha, cada contrato de disparo custou cerca de R$ 12 milhões. A prática é considerada ilegal, pois se trata, segundo a lei eleitoral, de doação não declarada. Ao falar sobre o caso, Fernando Haddad acusou Bolsonaro de criar “organização criminosa” para espalhar fake news.

Campanha virtual

Mesmo sem dispor de tempo considerável para explanar seus projetos nos meios de comunicação de massa durante o horário eleitoral gratuito, o deputado e militar da reserva conseguiu musculatura suficiente para convencer milhares de pessoas em apenas 45 dias de campanha.

Com apenas oito segundos em cada bloco de 12 minutos e 30 segundos na propaganda eleitoral gratuita, Bolsonaro concentrou esforços na internet. Ele possui mais de um milhão de seguidores nas redes sociais.

A estrutura partidária do direitista também foi pequena. O palanque do PSL só ganhou a adesão do PRTB, partido do general Hamilton Mourão, vice da chapa.

Atentado

Em sua terceira semana de campanha, o militar ainda foi alvo de um atentado durante evento político realizado em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro. No ato Jair Bolsonaro foi agredido com golpes de faca, passou por cirurgia e permaneceu 23 dias em recuperação. O agressor foi identificado e preso.

Plano de governo

Durante campanha o candidato propôs colocar em prática, sendo eleito, projetos polêmicos como a diminuição do percentual de vagas para cotas raciais. No âmbito da segurança, o militar também falou em reduzir a maioridade penal para 17 anos e em adotar de penas duras para crimes de estupro, incluindo castração química voluntária em troca da redução da pena.

Em termos de economia, Jair prometeu, por exemplo, privatizar ou extinguir cerca de 50 estatais e reduzir em 20% o volume da dívida pública por meio de privatizações, concessões, venda de propriedades imobiliárias da União.

Jair Bolsonaro, 63 anos, detém sete mandatos de deputado federal.

O novo vice-presidente da República será o general do Exértico Hamilton Mourão. Mesmo na condição de coadjuvante, o militar ganhou notoriedade durante a campanha presidencial devido a declarações polêmicas. Em uma das mais repercutidas, ele criticou a existência do 13° salário e do abono férias.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close