Piauí

Petistas começam a brigar por cargos no governo de Wellington Dias

O alvo da disputa petista é a Coordenadoria da Juventude

Começou a disputa interna no PT por cargos e para a indicação de um nome, que poderá comandar a Coordenadoria de Juventude, se tornou pública. As correntes do partido ligadas à juventude petista disputam o direito de fazer a indicação do possível substituto do atual coordenador estadual de Juventude, Vicente Gomes.

O coordenador estadual da juventude da Articulação de Esquerda do PT, Jordão Costa, divulgou nota repudiando a possível indicação de Marina Moura, que é atual secretária de juventude do PT para o cargo. Segundo ele, a escolha do nome dela como representante do PT ocorreu em reuniões fechadas, excluindo a maioria da militância da sigla.

“É uma auto indicação da Marina Moura. O PT irá apresentar outros nomes, com diálogo e construção coletiva com todo o conjunto da Juventude do PT, para compor a indicação da coordenadoria Estadual de Juventude COJUV, inclusive há nomes que já contribuiram em gestões de juventude em outras experiências, quem vem dando certo e tem muito a contribuir com o programa do partido para a juventude no estado do Piauí”, disse.

Segundo a nota, ocorreria uma disputa entre o grupo de Marina Moura e do vereador Deolindo Moura. Ela já foi chefe de gabinete do vereador no passado, mas deixou o cargo. O atual coordenador de Juventude, Vicente Gomes, é indicação do vereador.

“O que a Juventude do PT não aceita é a auto indicação da atual secretária Marina Moura, que é ex-chefe de gabinete de Deolindo Moura, que faz uma disputa interna e pessoal dela com o vereador Deolindo, não pensando no conjunto das forças e na efetividade das políticas públicas de juventude. Inclusive Marina Moura ajudou o grupo de Deolindo a compor a coordenação de juventude a COJUV no terceiro mandato do governador Welligton Dias. Ela não pode decidir sozinha ou com um pequeno grupo, tem que ouvir todo o conjunto da juventude”, diz Jordão.

Em contato com o CidadeVerde.com, Marina Moura disse que nunca conversou com o governador sobre a possibilidade de assumir o comando da secretaria. Segundo ela, Jordão Costa estaria criando uma disputa interna.

“Essa decisão cabe ao governador. Juventude do PT é dividida em forças. O Jordão concorreu contra mim na eleição de juventude do PT no ano passado e perdeu. A executiva se reuniu agora e fizeram um documento da executiva da juventude do PT, representando as oito forças que existem, e colocaram o meu nome à disposição do governador para que o governador possa decidir. Essa é uma decisão do governador. Nunca houve uma conversa com o governador. Como o Jordão foi pauta vencida, ele tenta criar esses dissabores”, declarou Marina Moura.

O vereador Deolindo Moura também se pronunciou sobre a disputa interna no partido. Segundo ele, há um desrespeito ao governador quando o PT antecipa uma pauta que ainda nem foi tratada pelo chefe do Executivo Estadual.

“O governador nunca tratou do comando da Coordenadoria de Juventude. Ele deve deixar isso por último. É uma falta de respeito com o governador antecipar essa discussão. É uma falta de respeito também com o atual coordenador, Vicente Gomes. O governador vai conversa com as juventudes de outros partidos. Ele sempre faz isso. O PT não pode passar por cima de uma decisão do governador e antecipar essa discussão”, declarou.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close