Piauí

Escola de Samba Ziriguidum terá que devolver R$ 150 mil de dinheiro público

Secretaria abre tomada de contas especial e requer dinheiro corrigido

A escola piauiense de samba Ziriguidum vai ter que devolver R$ 150 mil aos cofres públicos tomados para as festas de carnaval em contrato datado ainda de 2015.

Quatro anos depois, sem que tenha comprovado a aplicação dos recursos, a escola foi instada a devolver a dinheirama corrigida.

“Considerando que o Grêmio Recreativo Escola de Samba Ziriguidum não cumpriu com a obrigação de prestar conta dos recursos do convênio nº 046/2015 (…) opinamos pela responsabilização do presidente do Instituto, Marcos Aurélio Alves Monteiro, pela devolução dos recursos”, informa documento da Secretaria de Cultura (SECULT).

Presidente de honra da Ziriguidum, deputado Fernando Monteiro

A SECULT já informou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) que determinou a abertura de procedimento para reaver o valor, segundo ofício assinado pela secretária Bid Lima.

A cifra a ser devolvida passa a ser da ordem de R$ 194.189,43, atualizada em 18/12/2018 pelo Sistema de Atualização de Débitos do Tribunal de Contas da União (TCU).

A SECULT tem o prazo de 180 dias para o envio do relatório conclusivo de tomada de contas especial à Corte de Contas.

O relator do caso no TCE é o conselheiro Luciano Nunes.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close