GeralPolicial

Apresentador da TV Nils é vítima de mensagens de Whatsapp falso

Depoimentos de alguns atletas dão pistas do “Maníaco do Whatsapp” e seria um ex-treinador de futebol de base. A polícia está investigando.

Há cerca de um ano o jornalista Reinaldo Barros Torres, apresentador do TV Nils Esporte, vem sendo vítima de mensagens usadas por  whatsapp falso, enviadas por três números da operadora Claro.

Em entrevista a imprensa , Reinaldo Barros Torres disse que não usa telefone da Claro e só possui um whatsapp e com número da Tim. Ele disse ainda que as mensagens possuem conotação sexual e são enviadas, na maioria, para atletas da base do futebol piauiense. Que  nos últimos meses atletas do Flamengo-PI, Garra, River e Interpark receberam as mensagens. No início de 2018, um atleta da cidade de Alto Longá-PI, também passou a receber as mensagens após viajar a Recife-PE para jogar por um clube de Teresina onde o suspeito de enviar as mensagens era um dos treinadores.

O apresentador da TV Nils disse ainda, que os atletas logo que recebem as mensagens entram em contato com ele pelas redes sociais fazendo a denúncia e enviando os prints das conversas, ou mostram para seus treinadores ou genitores. Reinaldo Barros Torres disse que não tem inimigos declarados e que acredita que a ação parte de uma mente doentia, perigosa, maldosa e com certeza muito invejosa; e que o sucesso da sua carreira no jornalismo esportivo e na área do empresariado de jogadores de futebol de base, seja a causa principal de tamanho despeite.

No ano passado o apresentador de televisão Silas Freire, da TV Meio Norte, recebeu denúncias da mesma forma envolvendo o treinador Chico Pereira, do Interpark, time de futebol de base do Bairro Parque Piauí, zona sul de Teresina. Na situação, Chico Pereira teve sua conta no Facebook  raqueada e partir de então mensagens com conotação sexual foram enviadas para muitos garotos da base do futebol piauiense. Sem procurar apurar a fundo a situação o apresentador Silas Freire usou seu programa na TV Meio Norte para difamar o treinador Chico Pereira, o que causou danos morais e psicológicos no treinador. Na ocasião Chico Pereira teve defesa do Conselho Tutelar de Teresina, já que é um cidadão muito conhecido e querido na capital do Piauí.

O apresentador da TV Nils, Reinaldo Barros Torres, pede a quem receber essas mensagens que além de mostrar aos pais, se dirija a polícia. O apresentador registrou boletim de ocorrência e disse que treinadores da Sociedade Esportiva Garra, de Teresina, também estão sendo vítimas do “Maníaco do Whatsapp”.

Depoimentos de alguns atletas dão pistas de que o “Maníaco do Whatsapp” seria um ex-treinador de futebol de base da Sociedade Esportiva Garra, demitido após assediar um atleta de 13 anos residente no Bairro Promorar conhecido como “Tozoide”. Esse treinador esteve também no Fênix Esporte Clube e na Escolinha do Bebeto, mas foi demitido pela mesma causa do clube anterior. Informações dão conta ainda de que o maníaco possui várias contas nas redes sociais Facebook e Instagram, e por elas vem cometendo crimes na Internet. As informações também  dão conta de que o maníaco usa vários chip’s de operadoras de telefone celular, e que reside em um bairro da zona leste de Teresina.  A polícia está investigando o caso.

Como age o Maníaco do Whatsapp em Teresina

O “Maníaco do  Whatsapp” conhece suas vítimas e tem os contatos de todas elas. Até agora, todas as vítimas confirmam conhecer o suspeito e dizem que ele tem o contato delas no  Whatsapp. Ele geralmente inicia a conversa convidando para lanchar, para ir à sua casa ou prometendo colocar para jogar em clube de futebol (todas as vítimas são atletas da base do futebol piauiense). Após inicialmente ganhar a confiança, o criminoso oferece dinheiro em troca de sexo. Com objetivo de desmascarar o maníaco e desvendar o caso, algumas vítimas têm marcado encontro, mas ele nunca vai e logo em seguida bloqueia o contato, o que prova que seu objetivo é apenas denegrir a imagem do apresentador, com a intenção de que as vítimas passem a comentar com os amigos o fato e a história do assédio se espalhe. Na semana passada um goleiro da base do River-PI que mora na zona leste de Teresina recebeu mensagem, ontem foi um ex-jogador do Garra e na manhã desta Quarta-feira, 20 de Fevereiro, uma aluna de uma universidade particular de Teresina também recebeu mensagem do “Maníaco do do Whatsapp”, todas marcando encontros sexuais e oferecendo dinheiro em troca.

Investigações chegam a outra tática usada pelo Maníaco do Whatsapp em Teresina

Investigações junto as vítimas dão conta de que não é a primeira vez que o maníaco usa Whatsapp falso no nome de pessoas conhecidas popularmente. Um outro apresentador de televisão já foi vítima, além de um dentista. Os garotos que foram vítimas dizem que “ele usa o nome de pessoas famosas ou muito conhecidas para atrair para seus intentos;  quando nota interesse da pessoa, ele bloqueia o contato e ataca novamente, desta vez se identificando”. Seria uma tática usada pelo aliciador para saber se o adolescente sairia ou não para práticas sexuais.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close