Esporte

CBF confirma Campeonato Brasileiro de 2019 com árbitro de vídeo

No Brasileirão de 2018, o árbitro de vídeo só não foi usado porque vários clubes não quiseram bancar os custos de sua utilização.

O Campeonato Brasileiro de 2019 terá árbitro de vídeo. A definição aconteceu na tarde desta sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2019,  durante reunião de clubes na sede da CBF, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Como já havia sido anunciado pela própria entidade, os custos para o uso da tecnologia serão bancados pelo órgão que controla o futebol nacional. A aprovação da utilização do chamado VAR foi por unanimidade.

Ao assumir a conta, a entidade evitou que a competição mais uma vez ficasse sem o uso do vídeo, implantado com (relativo) sucesso na Copa do Mundo da Rússia, no ano passado, e que agora passará a ser usado também no Paulistão (a partir das quartas de final na atual edição do torneio).

Isso porque, no Brasileirão de 2018, o árbitro de vídeo só não foi usado porque vários clubes não quiseram bancar os custos de sua utilização.

TERIAM QUE PAGAR
Naquela ocasião, a CBF propôs que os clubes pagassem pela implantação desta tecnologia, mas representantes de 12 times (Corinthians, Santos, América-MG, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará) votaram contra o uso do VAR nesta condição.

Ao assumir a conta, a entidade evitou que a competição mais uma vez ficasse sem o uso do vídeo, implantado com (relativo) sucesso na Copa do Mundo da Rússia, no ano passado, e que agora passará a ser usado também no Paulistão (a partir das quartas de final na atual edição do torneio).

Isso porque, no Brasileirão de 2018, o árbitro de vídeo só não foi usado porque vários clubes não quiseram bancar os custos de sua utilização.

TERIAM QUE PAGAR
Naquela ocasião, a CBF propôs que os clubes pagassem pela implantação desta tecnologia, mas representantes de 12 times (Corinthians, Santos, América-MG, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará) votaram contra o uso do VAR nesta condição.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close