Piauí

Médicos do estado pedem condições de trabalho e paralisam atividades por três dias

De acordo com Samuel Rêgo, presidente do Simepi, a categoria está unida na luta

O caos na saúde pública do Piauí continua pra lá de pior. E para completar, os médicos que prestam serviços na rede estadual de saúde irão paralisar as atividades nos dias 27,28 e 29 de maio. A decisão foi tomada durante assembleia realizada no Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (Simepi), na última terça-feira (21).

A categoria reivindica a progressão da classe, correção da insalubridade, busca de condições dignas de trabalho, realização de concurso público e o piso Fenam.

De acordo com Samuel Rêgo, presidente do Simepi, a categoria está unida na luta por uma saúde pública de qualidade e fazendo um movimento com muita responsabilidade.

“O Simepi está lutando por condições dignas de trabalho para que a medicina seja exercida de forma digna para os médicos e para a população. Infelizmente o governo do Estado está passando por um momento em que a saúde pública não vem sendo tratada com prioridade”, afirma Samuel Rêgo.

Durante a mobilização, os médicos estarão concentrados na segunda-feira (27), a partir das 7h, em frente ao Ambulatório Azul do Hospital Getúlio Vargas.

“Estaremos reunidos, mostrando a nossa indignação e que queremos que haja melhorias na saúde para que o Piauí possa continuar avançando, fazendo com que a população e seus profissionais possam crescer juntos”, ressalta Samuel Rêgo.

Durante a paralisação ficarão suspensas consultas e procedimentos eletivos, salvo casos de urgência e emergência.


Ambulatório Azul do HGV (Foto: Ascom) 

A direção do Ambulatório Integrado Dirceu Mendes Arcoverde, Prédio Azul do HGV divulgou nota na tarde dessa sexta-feira (24) informando que nos dias 27, 28 e 29 de maio não haverá consultas médicas ambulatoriais devido à paralisação dos médicos, mas permanece o atendimento normal para fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, nutrição e odontologia.

De acordo com a nota, as consultas agendadas para os dias 27, 28 e 29 de maio foram reagendadas automaticamente para outras datas, de acordo com a disponibilidade de cada profissional.

Cada paciente deve procurar o setor depois do dia 27 de maio, de acordo com a disponibilidade de cada profissional. Já os pacientes que residem em outros municípios podem ligar para o número 3221-3040, ramal 129, para saber a nova data de sua consulta.

Confira a nota na íntegra: 

A direção do Ambulatório Integrado Dirceu Mendes Arcoverde, Prédio Azul do HGV, informa que nos dias 27, 28 e 29 de maio não haverá consultas médicas ambulatoriais devido à paralisação dos médicos, mas permanece o atendimento normal para fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, nutrição e odontologia.

As consultas agendadas para os dias 27, 28 e 29 de maio foram reagendadas automaticamente para outras datas, de acordo com a disponibilidade de cada profissional.

A diretora do ambulatório, Maria Hilda Neiva, informa que cada paciente deve procurar o setor, após o dia 27 de maio, para saber novamente a data do reagendamento.

 “As consultas já foram reagendadas para não causar mais transtorno à população. Nesse caso, fomos avisados previamente da paralisação e encaminhamos ofício para a Secretaria Municipal de Saúde solicitando o reagendamento”, explica a diretora.

Os pacientes que residem em outros municípios podem ligar para o número 3221-3040, ramal 129, para saber a nova data de sua consulta.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close