Policial

Família interna delegado Laércio Eulálio em clínica e descarta comentários de sequestro

O fato foi comunicado em Boletim de Ocorrência na Central de Flagrantes

Nas primeiras horas deste domingo (17), por volta de 6h, o delegado Laércio Eulálio, da Polícia Civil, teria desaparecido na porta do condomínio onde mora no bairro Jockey Club, na zona Leste de Teresina, situação esta que foi testemunhada por sua namorada e pelo porteiro do prédio.

O fato foi comunicado em Boletim de Ocorrência (BO) por Lauro Herbert de Araújo Lima na Central de Flagrantes de Teresina. Segundo ele, o porteiro do condomínio informou que o delegado Laércio Eulálio estava saindo para fazer sua caminhada habitual, quando foi obrigado por dois homens desconhecidos a entrar em um automóvel vermelho.

Boletim de Ocorrência

Internação compulsória

No entanto, o secretário estadual de Segurança Pública, capitão Fábio Abreu, negou o possível sequestro do delegado Laércio.  “Foi uma internação compulsória por dependência química. Quem registrou o B.O. não sabia. Uma parte da família não tinha conhecimento, incluindo o porteiro que desconfiou de sequestro”, disse Fábio Abreu.

O secretário estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, disse que o delegado Laércio Eulálio vem passando por problemas, está solteiro, após divórcio e até agora não surgiu nenhum pedido de resgate, o que configuraria sequestro. Em vídeo divulgado, o secretário esclarece com mais detalhes todo o ocorrido.

“A família tomou a decisão de interná-lo compulsoriamente. Essa é a explicação de tudo o que aconteceu na manhã de hoje. O delegado vai para tratamento e esperamos pelo seu breve retorno ao convívio profissional e policial. Torcemos por ele”, disse Fábio Abreu.

O delegado Sebastião Alencar, da Polícia Civil, informou que o delegado Laércio Eulálio mora sozinho, em apartamento no condomínio Edifício Millennium Tower, no bairro Jockey Clube, de onde conseguiu filmagens da câmera de segurança externa e as diligências continuam na apuração do desaparecimento do delegado.

Laércio Eulálio não estava afastado das atividades e estava lotado na Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária Econômica e Relações de Consumo (Decotec), segundo delegado Higgo Martins, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil de Carreira do Estado do Piauí.

Efrém Ribeiro

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí também se manifestou sobre o caso por meio de nota da Delegacia Geral de Polícia Civil.

Veja:

A Delegacia Geral de Polícia Civil do Estado do Piauí esclarece que o DPC Laércio Eulálio foi internado para tratamento de saúde, segundo informações de  familiares. Infelizmente, não houve comunicação imediata aos pais do delegado sobre o procedimento de internação. Por conta disso, o pai do DPC registou boletim de ocorrência narrando suposto sequestro. Prontamente a Polícia Civil diligenciou e esclareceu o ocorrido.

O delegado Laércio Eulálio ficará  afastado das atividades profissionais enquanto for necessário para a sua plena recuperação médica.

Fonte: Efrém Ribeiro

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close