Piauí

Governo do Piauí anuncia mais duas mortes pelo Covid-19, agora são 3 mortes no Estado

Wellington Dias faz apelo ao governo federal para liberar recursos e utensílios para o Piauí

A Secretaria de Estado de Saúde informa que foram confirmados dois novos óbitos com teste positivo para o novo coronavírus no Piauí. As vítimas são um homem de 88 anos e uma mulher de 73 anos, que estavam internados em um hospital privado de Teresina e faleceram na última quinta-feira, 26. Com mais estes dois casos, chegam a três as mortes confirmadas com Covid-19 no estado. O outro caso foi do prefeito de São José do Divino, Antônio Felícia, de 57 anos.

Órgãos de saúde estão monitorando toda a rede e histórico social dos novos casos a fim de identificar casos suspeitos e aplicar as medidas de contenção necessárias. Em caso de suspeita, a Sesapi orienta as pessoas a procurarem uma unidade de pronto atendimento ou a ligarem para o Centro de Informações em Vigilância em Saúde (CIEVS), no número 3216-3606.

De acordo com boletim divulgado na noite deste domingo (29), a Secretaria da Saúde anunciou que o estado tem 16 casos confirmados de Covid-19. O número de suspeitos é 213 e de casos descartados 317.

Governador Wellington faz apelo ao Governo Federal

Após a terceira morte confirmada por Covid-19 no Piauí, o governador Wellington Dias reivindicou do Governo Federal uma posição mais coerente para combater a proliferação do coronavírus no país. Ele questionou o fato do presidente circular por Brasília em feiras livre e anunciar um possível decreto liberando o trabalho sem isolamento social, dizendo que ações assim causam um prejuízo a tudo que está sendo feito no país para controlar a doença.

Para Wellington, os governadores e prefeitos estão enfrentando grandes desafios, pois os materiais prometidos pelo Ministério da Saúde nunca chegaram. “Onde estão os respiradores, os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que também não chegaram? Cadê os exames? As vacinas chegaram incompletas e, enquanto isso, os casos vão crescendo”.
O governador destacou o esforço das equipes de saúde, vigilância sanitária e de segurança na atuação no estado, mas ressaltou que o Governo Federal Precisa assumir sua responsabilidade.

Dias pediu ainda a reflexão sobre o momento no sentido de priorizar a vida. Ele defendeu que é necessário que todos os entes públicos (federal, estadual e municipal) atuem integrados para garantir o que é preciso para ter um resultado positivo.

 

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close