Piauí

Governador Wellington Dias, visita unidade para reabilitação de recuperados da Covid-19

O espaço funcionará no Ceir e os pacientes terão acesso a profissionais e equipamentos adequados.

O governador Wellington Dias, acompanhado do secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, e do secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, visitou, nesta segunda-feira (27), o Centro Integrado de Reabilitação (Ceir). No local estão sendo preparados espaços para reabilitação de pacientes com sequelas da Covid-19.

A unidade será disponibilizada às pessoas que passaram por longo período de internação por conta da doença e agora dependem de um acompanhamento multidisciplinar para retomar atividades simples, como andar, comer ou trocar de roupa. As sequelas vão desde perda de massa magra em grande quantidade, que limitam as atividades do indivíduo, a quadros de fadiga e dor crônica.

Para o governador, o local é uma resposta a mais uma necessidade que a pandemia do coronavírus criou. “Este local está sendo preparado para uma necessidade do Piauí neste momento. Aqui o dr.Benjamin e toda a equipe da Seid e da Secretária da Saúde estão trabalhando um espaço para as pessoas que vão precisar de reabilitação após ter vencido a Covid-19 mas que ficaram com sequelas. Aqui elas vão ter acesso a profissionais e equipamentos para realizar essa recuperação”, destacou Wellington.

De acordo com Aderson Luz, superintende multiprofissional do Ceir, a instituição terá capacidade para receber cerca de 100 pacientes e está preparada e equipada para fazer a reabilitação de pessoas com sequelas da Covid-19. No local, serão disponibilizados os serviços de consultório médico; centro de diagnóstico, com a oferta de exames laboratoriais, raio X, tomografia computadorizada, ultrassom, espirometria e ECG; nutrição; fonoaudiologia, psicóloga, fisioterapia, além de uma área específica voltada para reabilitação cardiopulmonar.

“Os pacientes chegarão ao Ceir encaminhados e por meio do sistema MV, que é um sistema de prontuário eletrônico já instalado nos hospitais. Nós teremos acesso já ao diagnóstico do paciente e a partir disso avaliaremos a situação cardíaca, pulmonar, nutricional e depois disso faremos o plano de tratamento dele aqui”, explica Aderson Luz.

O secretário da Saúde destacou que o papel da Sesapi será de triagem dos pacientes. “Identificaremos o nível de recuperação dos pacientes com Covid-19, e aquele que nossa equipe identificar que necessita de um atendimento pós-alta será encaminhado para o centro para ser acompanhado por profissionais especializados”, comenta Florentino Neto.

Segundo o secretário para Inclusão da Pessoa com Deficiência, o local, que já é referência em atendimento a pessoas com deficiência no Piauí, será mais um ponto de apoio também a pacientes com que ficaram com sequelas da Covid-19.

“A Seid já tem esse papel de acompanhar, monitorar e buscar as ações para a vida das pessoas com deficiência e é nesse intuito que estamos em parceria com esse projeto. A maioria das pessoas com deficiência são do grupo de risco e muitas delas quando são acometidas por esse vírus elas precisam de uma pós-reabilitação e esse serviço vai dar as condições necessárias para que as pessoas superarem as sequelas”, disse Mauro Eduardo.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close