GeralPiauí

Empresas do Piauí aderem ao selo Turismo Responsável

As cidades com maior quantidade de selo emitidos são Teresina, Cajueiro da Praia e Parnaíba.

No Piauí, 87 prestadores de serviços turísticos já solicitaram a emissão do selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”. Em todo o Brasil já são mais de 11,3 mil pedidos. A iniciativa lançada pelo Ministério do Turismo há pouco mais de um mês tem como objetivo auxiliar que o setor de turismo brasileiro retome as suas atividades o mais breve possível e atenda aos pré-requisitos do novo perfil de turista que surgirá com a pandemia de coronavírus.

Os segmentos com maior número de solicitações do selo são: meios de hospedagem (41), agência de turismo (19) e transportadora turística (14). As cidades com maior quantidade de selo emitidos são Teresina (25), Cajueiro da Praia (19) e Parnaíba (16).

Estão disponíveis protocolos para: meios de hospedagem; agências de turismo; transportadoras turísticas; organizadoras de eventos; parques temáticos; acampamentos turísticos; restaurantes, cafeterias, bares e similares; parques temáticos aquáticos; locadoras de veículos para turistas, guias de turismo, entre outros.

Para o secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior, o selo é uma forma de tranquilizar os turistas e ainda engrandecer as empresas. “Por meio do selo, vemos que o trabalho parte não somente do empresário que busca por mais segurança no seu empreendimento, mas também dos turistas que são os fiscais e avaliam os locais que seguem as exigências dos protocolos. É importante que neste momento mais empresas façam a adesão, para, assim, mostrar aos turistas o interesse em recebê-los com proteção”, afirma o gestor.

O empresário do setor de agências viagens José Roberto Piovan garante que aderir o selo trouxe mais tranquilidade. “Não é uma obrigatoriedade, mas ainda assim nos sentimos responsáveis para aderir o selo, pois com ele mostramos o nosso interesse em continuar com a atividade turística com segurança. Certamente os turistas estarão mais exigentes e queremos acompanhar isso seguindo as medidas. Além de tranquilizar também os nossos colaboradores. Nós acreditamos que muitos empresários vão aderir, pois o selo é bastante positivo”, conclui empreendedor.

Selo

Para solicitar o selo, o interessado deve acessar o site da iniciativa, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Em caso positivo, ele adere à autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão.

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento, o que poderá resultar em revogação do selo.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close