Geral

Sasc afirma que não há para onde levar idosos da Vila do Ancião após ordem judicial de interdição

Segundo o secretário de assistência social José Santana, não há um lugar para onde levar os 35 idosos que vivem no abrigo.

A Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) afirmou que não há um lugar para onde levar os 35 idosos que vivem no abrigo. Nesta quarta-feira (25), a Justiça concedeu liminar favorável ao pedido de interdição do abrigo e de transferência dos moradores para outro local feito pelo Ministério Público e Defensoria Pública. A Justiça deu 15 dias para que o estado transfira eles para outro local.

Atualmente, 35 idosos moram na instituição. Segundo de assistência social José Santana, não há um lugar adequado para onde levar os idosos. A secretaria vai recorrer para tentar reverter a decisão judicial.

“Não existe para onde enviar, e eu não conheço, acho que nem existe em Teresina ou no Piauí um lugar mais apropriado que esse, aqui. É um espaço amplo, cada idoso tem seu espaço, seu quarto, seu banheiro…”, argumentou.

Secretário contesta denúncias

 

Vila do Ancião abriga idosos em Teresina — Foto: Sasc-PI

Vila do Ancião abriga idosos em Teresina — Foto: Sasc-PI

O secretário de assistência social, José Santana, disse que recebeu com surpresa o pedido de interdição, e afirmou que o Ministério Público se baseou em informações antigas e fotos de anos anteriores para fazer a denúncia. A Sasc afirma que irá recorrer da decisão judicial de interdição.

“Nós estamos vendo aqui uma casa cuidada, que foi reformada, e reportagens tem sido colocadas com dados oriundos desse processo com fotografias antigas, com uma realidade que não é a de hoje. Depois que nós assumimos a secretaria foram feitas reforma em diversas áreas”, disse.

No pedido de interdição, o Ministério Público apontou que “a precariedade das instalações elétricas oferece até risco de incêndios em grau máximo”. O secretario explicou que um projeto de instalações para combate à incêndio deve ser apresentado na próxima segunda-feira (30).

“Está sendo realizado o projeto, inicialmente, pois é algo que demanda tempo. As instalações aqui são bem amplas e extensas e carece de um trabalho bem maior”, disse.

G1/PI

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close