Manchete

Jornalista diz que Firmino Filho já admite derrota histórica do PSDB em Teresina

Firmino observa que a cidade está contaminada pelo sentimento de mudança que pode pôr fim ao império de quase 40 anos de seu grupo político em Teresina.

Segundo o jornalista Feitosa Costa, do Carta Capital, o prefeito Firmino Filho (PSDB), em conversa reservada com pessoas próximas, já admite que não há mais possibilidade de o seu candidato Kléber Montezuma superar Dr. Pessoa (MDB) no 2º turno da corrida eleitoral pelo poder executivo da capital do Piauí.

Firmino observa que a cidade está contaminada pelo sentimento de mudança que pode pôr fim ao império de quase 40 anos de seu grupo político em Teresina. Pelo menos são os comentários ouvidos em vozes baixas nos arredores do próprio gabinete do prefeito e nos grupos de conversas de aplicativos.

A possível derrota acachapante do PSDB respingará, também, no Progressista de Ciro Nogueira, com impacto negativo nas suas pretensões para 2022. Foi o senador escolheu o suplente de vereador R. Silva como vice da chapa.

Antes, é importante lembrar que a candidatura do professor Kléber Montezuma não surgiu de forma aleatória. Ela tem o peso de escolha pessoal da primeira dama da capital e deputada estadual Lucy Silveira (PP).

É sabido que figuras expressivas da política piauiense, baseadas em Teresina, costumavam comentar nas rodas de restaurantes frequentados por políticos: “Se for o Silvio, o candidato, é perigoso ganhar”.

Até agora não se sabe exatamente por que o ex-prefeito que aparecia bem nas pesquisas não foi o escolhido. Há quem diga, nas mesmas rodas, que Silvio teria sido vetado pela referida primeira dama.

A votação popular para definição do novo prefeito ocorre neste domingo, 29 de novembro de 2020.

Carta Capital

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close