Geral

Luís Fernando Silva Pinto se despede da Globo com fala marcante; Heraldo Pereira se emociona

No Jornal das Dez, da GloboNews, então, o repórter se despediu em um vídeo e fez um desabafo emocionado. Tudo aconteceu em conversa com Heraldo Pereira, que se emocionou.

A Globo está passando por uma completa reestruturação e isso tem afetado até mesmo os veteranos jornalistas. Ontem (1º), a emissora anunciou a demissão do repórter Luís Fernando Silva Pinto.

No Jornal das Dez, da GloboNews, então, o repórter se despediu em um vídeo e fez um desabafo emocionado. Tudo aconteceu em conversa com Heraldo Pereira, que se emocionou.

Correspondente dos Estados Unidos há mais de 30 anos, ele agradeceu ao longo período em que trabalhou no Grupo Globo e enalteceu o fato de ter conhecido, durante este período, em uma cobertura profissional, sua esposa Lauren.

“Hoje o tema será pessoal. Depois de 44 anos trabalhando na Globo e, em seguida, como contratado da Globo, chegou a hora de me despedir. Foi um privilégio trabalhar para os telejornais da rede e especialmente ser parte da equipe do Jornal Nacional que, quando eu comecei já era importante e se tornou fundamental no jornalismo brasileiro”, iniciou o veterano.

Luís Fernando Silva Pinto seguiu: “Foi a experiência mais grata da minha profissão ter colegas de competência e integridade reportando para brasileiras e brasileiros que merecem informação correta e verificada. Os e as profissionais que vocês veem no ar e tantos outros que vocês não veem são responsáveis por uma operação repetidamente melhor do que as melhores no mundo”.

“Essas pessoas estão ao seu favor. Todos passam o dia de trabalho, frequentemente exaustivo, pensando em como informar você melhor”, acrescentou o repórter.

“Em 44 anos eu vi a inutilidade das guerras, vi as pessoas que mais precisam serem, frequentemente, a prioridade menor, vi líderes que têm a ilusão de que sabem e acham que o cargo é um direito e não uma dedicação.”

“Eu vi também coisas extraordinárias, literalmente os nossos olhos conhecendo mais da imensidão do universo ou oposto, desvendando os elementos básicos daquilo que nós somos”, desabafou o famoso.

“Eu tive momentos de muita sorte, a maior delas foi conhecer a Lauren, em Nova Dhéli, na cobertura da morte de Indira Ghandi. Há 35 anos ela é minha esposa, a mãe dos meus filhos e nunca deixou de ser a minha namorada”, disse o global.

Ele, então, encerrou: “Heraldo, se um dia alguém, sem ter muito o que fazer, se perguntar: ‘Que fim levou aquele repórter?’. A resposta será simples: ‘Ele está bem, tá com a namorada dele’”. Heraldo Pereira elogiou o amigo e agradeceu o tempo de trabalho dele.

“A nossa referência para o Brasil, para nossos colegas jornalistas e a minha referência desde a minha querida Ribeirão Preto. Temos aqui no Grupo Globo profissionais do seu gabarito, da sua história, e temos ao mesmo tempo profissionais como o repórter José Hamilton Ribeiro, do Globo Rural, que é uma referência para todo mundo, e um repórter novo como o Nilson Klava”, completou.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close