Cidade

Prefeitura vai reajustar para 14% a alíquota de contribuição da previdência do servidor

As mudanças vão atingir 17 mil servidores da ativa e inativa do IPMT (Instituto de Previdência do Município de Teresina).

O prefeito de Teresina, Dr Pessoa (MDB), se reuniu nesta terça-feira (23) com parte do secretariado apresentando as novas mudanças do sistema de previdência no município. Entre as alterações de maior impacto será o reajuste da alíquota de contribuição do servidor que passará de 11% para 14%.

As mudanças vão atingir 17 mil servidores da ativa e inativa do IPMT (Instituto de Previdência do Município de Teresina). O presidente do IPMT, Esdras Leitão, disse que o projeto que aumenta a alíquota de contribuição será encaminhado essa semana à Câmara Municipal para ser votado pelos vereadores.

“Haverão duas mudanças. Uma na previdência dos novos servidores que ingressarem no ano que vem e de servidores da ativa que se encontram hoje na Prefeitura. Será criado uma forma híbrida de previdência de contribuição para o regime atual, limitando ao teto do INSS que é R$ 6,4 mil. O que passar do teto, terá contribuição com regime complementar”, informou Esdras Leitão.

Na prática, os servidores municipais que ganham até R$ 6.400 (teto do INSS) ficarão no regime atual, pagando contribuição de 14%. Os servidores que ganham acima do teto pagarão uma previdência complementar que está sendo votada na Câmara Municipal.

Tanto o prefeito como o vice Robert Rios informaram que a prefeitura será obrigada a fazer as mudanças, por determinação em lei, sob pena de sofrerem sanções. Eles alegam que as gestões passadas não fizeram as alterações e sabem do impacto negativo para a atual gestão.

Dr. Pessoa disse que a prefeitura estuda alternativas para que as pessoas que ganham abaixo do teto sejam menos penalizadas.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo